poema que receb……..

Nenhum comentário

Eu cabei de receber este poema no msn e achei muito lindo por isto ire compartira com vc^.~

 

O que foi o começo de tudo isso?

Quando foi que a roda do destino começou a rodar?

Talvez isso seja impossível de compreender para responder agora,

Dentro do fluxo de tempo…

mas, pra ter certeza, volte depois

Nós amamos tanto, também odiamos muito,

 

 

Nós ferimos os outros e ferimos a nós mesmos…

Depois, nós corremos como o vento,

Enquanto nossa risadas ecoam,

Sob o céu colorido…

 

Eu tenho esperado uma eternidade só por esse momento…

Só por esse momento…

Inexpressivamente buscando sem parar…

A extinção das formas de vida…

 

As palavras

que foram apagadas…

Os pensamentos

que foram removidos…

Os charcos das prisões

que evaporaram pouco-a-pouco…

Os ecos da consciência

que lentamente desfaleceram-se…

 

Amor para ódio…

Ódio para amor…

Por que nós nascemos?

Por que morremos?

 

Evolução?

A "sobrevivência dos mais aptos?"

Como ficar naquele lugar de

injustiça mútua…

Matando permutamente…

 

Os "ovos" que nós chamamos de planetas…

E os inumeráveis "spermatozóides"

Agrupam todos esses á nossa volta

é o que nós chamamos de formas de vida…

 

Quando uma daquelas incontáveis sementes

insemina um planeta,

um novo universo nasce.

 

Mas até que isso aconteça,

centenas de milhões de anos passarão,

e inumeráveis formas de vida nascerão, e depois, morrerão…

 

Isse é o começo e o fim.

Tudo existe por um momento.

Tudo que o universo pode envolver

dentro da próxima dimensão…

 

É isso que faz todos nós só fantoches?

É, cada de nós tem uma vida curta

nada além

____________________________________________

Assim a cortina fecha em outro conto.

Uma eternidade passou…

Sonhos passageiros desfalecem dentro a distância…

Tudo que é esquecido agora

Sou eu e minhas memórias…

Mas tenho certeza que nos encontraremos outra vez,

Algum dia, você e eu…

Outro lugar, outro tempo.

 

Isso só é o que nos não pudemos perceber

Que você é você e eu sou eu…

 

Vamos abrir a porta para o formidável desconhecido,

Encontrar outra realidade,

E viver outro hoje…

Quando a história tiver sido contada,

A vida continua…

 

Até nos encontrarmos novamente,

Cuide-se, minha amiga…

Para sempre seu,

Thiago "Kamus" Tadeu

 

By "KID"

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s