A Doença.

Nenhum comentário

Uma nova cidade, uma nova escola, e estava mudando de escola bem no início do ensino médio pior hora para chegar em uma escola nova, pelo menos era uma escola mais conceituada do que a minha com maior número de aprovações nas grandes faculdades, único ponto positivo daquela história toda.

O primeiro fato ruim e vamos começar pelos mais leves, mudar de estado, adorava o clima, a proximidade com a praia, agora ia para um lugar montanhoso e frio, aqui neva no inverno neva, quando não esta nevando está chovendo sol, apenas em um mês do verão porem a chuva ainda estará presente no final do dia.

O segundo fato ruim também não muito importante, uma cidade pequena, pelo o que sei se eu quiser ir ao cinema precisarei pegar o carro e ir para a outra cidade e só poderei tirar carta daqui a três messes, logo ficarei trancada neste cidade sem nada para fazer ao não ser que consiga me enturmar em um grupo com alguém que tenha carro, mas conseguir amigos nova em uma cidade onde todos se conhecem dês bebe não será algo fato, isto nos leva ao terceiro fato ruim minhas amigas, sim são poucos dois na verdade que realmente considero minhas logicamente elas ficaram e eu estava indo para outro estado para um estado que não tem como uma de nos pensar em ir visitar a outra de carro durante o final de semana, logo só as veria novamente em algum feriado que minha mãe não quisesse passar na casa de minha vó, ou que eu não seja obrigada a passar com meu pai.

Então agora vamos para o quarto fato ruim na verdade aqui temos muitos fato, o motivo de minha mudança aqui temos vários fatos na verdade o mais grave, meus pais se separaram motivo Eu e minha mãe pegamos meu pai com outra mulher isto já ruim por si só mas a situação toda de como aconteceu piorar a coisas toda em um nível muito grande, então vou contar do início de tudo.

Eu estava doente na manha daquele dia eu acordara com um mal estar, nunca foi de reclamar de passar mal para no ir para escola, então quando falei para minha mãe que não estava bem eu concordou que eu devia ficar em casa, mas decidiu medir a minha temperatura e estava realmente alta, ela me deu um comprimido para baixar a febre disse que em algumas hora deveria me sentir melhor se fosse apenas um resfriado, voltei para minha cama. Porem eu não melhorei a febre aumentou e eu não conseguia nem ligar para minha mãe, porem ela sabia que eu iria ligar para ela mesmo se fosse para mentir sobre minha melhora, então minha mãe ligou para nossa vizinha pois esta trabalhava de casa, quando ela chegou no meu quarto e colocou a mãe em minha me pegou pelo o braço e me levou par ao hospital na mesma hora.

Minha mãe chegou lá um pouco depois, meu pai pelo o que sabíamos estava viajando a negócios, minha mãe nem ligou para ele pois queria saber exatamente o que eu tinha, que era uma seria inflamação na bexiga, acontece que eu estava menstruada e meu fluxo e cólicas eram relativamente forte então estava domando remédio para isto como em todo o mês o que mascarou a inflamação, após muitos exames para a confirmação ultrassom, exame de sangue urina, e no hospital quando precisei faze xixi sentir muita dor, bom para realizar todos estes exames ficamos o dia todo no hospital e lá fui medicada através de soro o que aliviou muito as dores e baixou completamente a minha febre eu realmente estava bem melhor quando deixamos o hospital.

No caminho para casa minha mãe resolveu para em um restaurante que gostávamos muitos e pegar comida para viajem já que nem eu  nem ela havíamos preparado nada, é aqui que a descoberta da traição de meu pai acontece, ele devia estar viajando porem assim que minha mãe para vejo o carro dele ao lado do nosso, eu não deveria descer porem quando vi o carro achei melhor ir atrás de minha mãe ele voltaria apenas uma semana após aquele dia, mas eu reconheceria o boneco pendurado no retrovisor do carro eu havia feito para ele, então o carro não estava no estacionamento do aeroporto.

Entrei atrás de minha mãe que ao me ver ralhou comigo para eu voltar para o caro, eu vi meu pai a princípio não vi a pessoa que estava com ele, falei para minha mãe que queria comer um hambúrguer pois sabia que lá não tinha, ela achou estranho pois eu nunca fora fã deste tipo de comida, o que eu me esqueci e que minha mãe podia esta de costa para ele porem tinha um espelho atrás de mim então quando ela parou de falar e ficou branca eu sabia que ela tinha visto, naquele exato momento meu pai resolve dar um grande e longo beijo na mulher, de uma forma que era impossível querer disser que não era um beijo de namorados ou no caso amantes.

Tentei pedir para minha mãe para irmos embora, para resolvemos isto em casa, mas a raiva dele de ter que ter ficado comigo no hospital o dia todo sozinha enquanto ele estava com outra após mentir uma viajem para nós, claro que toda a raiva dela chegou no pico e mesmo sento a mulher calma que sempre foi naquele momento  ela se dirigiu até a mesa dos dois, ai a situação extremamente ruim piorou de uma forma sem tamanha a mulher eu estava com meu pai era simplesmente minha tia, meia irmã de minha mãe eu já estava planejando fingir que voltara a sentir dor para tirar ela de lá, porem minha mãe apenas tirou a aliança do dedo colocou na mesa e sem falar nada deu meia volta me pegou pelo o braço e fomos embora com alivio fui sem fazer forças contraria, meu pai nos seguiu até o carro e do lado de fora quem gritou com ele fui eu, mante ele volta para a traidora de nunca mais colocar os pês em casa.

Então agora vamos ao quinto fato ruim não tão ruim quando o anterior, após tudo isto minha mãe ficou muito infeliz meu pai realmente não voltara mais pra casa e durante toda a audiência de divorcio eu deixei bem claro que ficaria com a minha mãe e não queria vê-lo novamente, a infelicidade de minha mãe so aumentava, pois do meu pai ela podia se separa mas de minha tia não, para ajudar a minha vó ligava ou ia em nossa casa todos os dias pedir que minha mãe perdoasse minha tia, mas seria difícil já que os dois assumirão estar juntos e ficaram noivo.

O  ultimo fato ruim, vendo como minha mãe estava e que ficando ali as coisas não iriam melhor se ficarmos ali, então eu procurei esta casa neste lugar longe para minguem vir nos procurar, então como a sugestão fui minha e eu escolhe o lugar eu não podia reclamar para minha mãe ou para qualquer outra pessoa sobre esta mudança, e o meu maior argumento para a escolha da cidade foi poder estudar em uma das melhores escolas e aumentar a chance de entrar na faculdade de meus sonhos, que na verdade eu ainda nem sabia qual seria esta, mas o lado bom de tudo isto foi que assim que minha mãe foi atrás de um trabalho aqui e como o currículo dela é muito bom ela conseguiu ótimas ofertas na verdade conseguiu um emprego melhor em uma cidade vizinha a do cinema, como nossa cidade era grande o tempo dela dirigindo não iria aumentar, na verdade diminuiu e ela se animou muito com isto foi atrás até de outra casa melhor do a casa que sugerir.

E por isto não tenho a menor vontade de ver o meu pai novamente, ele não traiu a minha mãe simplesmente ele traiu a minha mãe com a minha tia,  e eu sei que o que mas fez mal para a minha mãe foi o fato de ser a minha tia, foi o fato da minha tia conseguir fazer a minha vó atormentar a minha mãe dizendo que ela tinha que perdoar a irmã, por isto aquele lugar era ideal longe de tudo que minha tia amava então ela iria pensar muito antes ir lá atrás do perdão de minha mãe, minha vó odiava aviões e não pegaria a estrada por dias para ir até lá e como havia deixado bem claro para o juiz que não queria vero meu pai e a minha opinião era fundamental e o fato deu estar presente no fraga após passar o dia todo no hospital ajudou a ela a concordar que eu só passaria tempo com meu pai se eu assim desejasse e eu não sei se irei querer enquanto ele estiver com minha tia.

addiction aid bottle capsule
Foto por Pixabay em Pexels.com
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s