O Parque.

Nenhum comentário

Sempre fui uma pessoa da noite, a luz do sol nunca foi algo que me agradava, sem dei preferência para atividades noturnas, sempre me sentir melhor anoite mais ativa mais livre. Claro que isto e o oposto da maioria das pessoas mas encontrei aqueles que também eram assim conseguir um trabalho que me possibilitava trabalhar a noite, mas o mundo preferi o dia logo muitas coisas so acontecem durante  o dia, e aquele dia eu separei para fazer estas coisas, o que nao me deixou um bom humor.

Deixei a atividade mais chata para as primeiras horas da manha iria passar aquele dia todo fora de casa, então assim que o meu banco abri eu já estava lá resolvendo algum problemas com meu gerente, coisas simples mas que eram necessárias, fiquei meia hora ali e em seguida foi fazer alguns exames de rodinha, gosto de passar periodicamente no medico para garantir a minha saúde,  após isto fui compra algumas coisas que estavam faltando em casa.

Terminei tudo mais cedo do que esperava então aproveitei para ir em um restaurante novo que não abre para o jantar, então  aproveitei para almoçar lá cheguei uma hora antes do encerramento os serviço porem claramente pela a reação dos garçons não  era um horário onde o local não estava acostumado a receber clientes, mas isto não fui motivos para não me servirem bem e comi um refeição muito boa, um dia normal com uma refeição agradável, este seria um ótimo resumo para aquele dia se eu tivesse ido para casa naquele momento.

Mas não a proveito o salto positivo resolvi que já que estava na rua deveria ceder ao pedido de minha medica e pegar um pouco de sol já que estava com falta de vitaminas d, contrariada resolvi da uma volta no parque próximo ao meu apartamento, posso não preferir a noite mas acho agradável ficar em meio a natureza porem faço minhas caminhas no parque a noite, mas irei passar a fazer isto ao final da tarde para reparar está falta de vitaminas.

Todos em minha vida sabem que não inicio as minhas atividades antes da seis hora das noite quando normalmente acordo, aliás talvez deixar a cortina aberta enquanto durmo seja uma solução para a falta de vitaminas, bom então minguem esperava me encontrar ali aquela hora da tarde, nem mesmo meu namorado, eu realmente me pergunto se ele nunca pensou na possibilidade deu precisar ir no parque em um horário diferente do meu habitual.

Eu o encontrei ela eles estava conversando com um mulher a princípio não era nada de mais, ele era uma pessoa que preferia a noite mas não fazia tanta questão quando eu, ele trabalhava na mesma empresa que aminha pelo o mesmo motivo poder trabalha de casa no hora que melhor fosse conveniente para nos, por algum motivo eu não revelei que ira  mudar o meu horário de correr no parte, algo me sou estranho na forma como ele me beijou quando me viu e na cara daquela mulher, voltei para casa não havia muito o que se fazer,

No dia seguinte não conseguir acordar no horário que queria para ir correr, na verdade levei algumas semanas para conseguir me levantar em uma hora boa para sair com o sol ainda no céu, no primeiro dia eu não o vi e sabia que àquela hora era provável que eles estive no parque, pensei em combinar com ela para irmos no mesmo horário mas como sabia que o pai dele estava doente e ele não tinha mais um horário fixo pra isto não falei nada, após dois dias correndo no mesmo horário encontrei a mulher que estava com ele no dia que o encontrei a cumprimentei porem ela passou por mim sem responter o meu cumprimento, talvez apenas não se lembrou de mim.

Mas no dia seguinte a este encontro eu o encontrei lá com ela, ele a beijará um beijo caloroso que ele não me dava mais a muito tempo e sempre que eu lhe falava que ele anda desanimando com nosso relacionamento ele justificava falando que por estar nervoso com a saúde do pai dele, mas velo ali com ela deu ume estalo em minha mente, na verdade o estalo me deu no primeiro dia que os vi junto mesmo que naquele dia parecesse mais um casal de amigos conversando, por isto considero que o pesadelo começou naquele dia.

Bom não sou uma pessoa que gosta de escândalos logos, mas sai precisava esclarecer algumas coisas, então fui ate a casa dele, ele morava com os pais pois os dois eram idosos e como ele não era casado permaneceu lá com os dois, bom só não permaneci na casa dos meus pais por que lá não tinha espaço para o meu escritório achava muito chato morar sozinha mas precisei, bom os dois sempre me trataram muito bem e me receberam com sorrisos nos rostos, perguntei sobre a saúde deles e descobri que eles estavam ótimos para a idade deles me mostraram os exames que fizeram aquela semana e realmente esta tudo normal.

Alguns minutos após a minha chegada a irmã mais velha dele apareceu, discretamente perguntei da doença que meu namorado falou que o pai tinha, ele ficou furiosa e logo falou para os pais que ele havia contado a grande mentira pra mim também, parecer que era apenas uma forma de enganar na empresa, porem eles descobriram lá e bom eu comecei para ajudar ele e par ao salário dele não diminuir a fazer o trabalho dele, deixando de fazer minhas horas extras para ele poder comprar os remédios caros do pai, pedir pra ela me acompanhar até em casa, não morávamos longe e ela estava de carro.

No caminho eu contei a ela o que vi no parque e o que fazia por ele, eu sabia que os pais deles viviam de aposentadoria segundo ele era o salario dele que colocava comida e pagava a maior parte das contas outra medira quem pagava tudo na casa eram os irmãos deles ele apenas me usava pois sabia que pelos os meus hábitos eu raramente iria me encontrar com alguém que poderia me contar a verdade.

Subi os elevadores pensando em lugar para ele e falar um monte, mas quando eu cheguei em casa olhei para o  meu computador a senha do login dele anotada no caderno, eu resolvi não fazer nada, não fazer nada literalmente não  me dei ao trabalho deligar para ela, não me dei ao trabalho de avisar que não iria mais fazer o trabalho dele, não fiz absolutamente nada, passei a corre um pouco mais tarde em um horário que sabia que não ria encontrar ele, não era o ideal par ao problema de vitamina d, mas tenho uma ótima varanda em casa onde passo um meia hora lendo um livro.

Ele so percebeu que eu não estava fazendo mais o trabalho deles três messes depois, a irmã e os pais  deles não quiseram se meter e não falaram nada para ele que eu estive lá, um dia recebo uma mensagem no celular perguntando se eu estava bem, eu não falava com ele a três messes e ele só percebeu isto quando recebeu um advertência da empresa, eu fiz algo o broqueei,  segui a minha vida.

Passando mais alguns messes a irmã dele foi ate o meu apartamento me levar alguns objetos e uma bolo feito pela mãe dela, ela queria me agradecer pelo o bem que fiz ao filho dela, parece que a mulher era outra safada que o fazia pagar varias coisas para ela e quando o dinheiro acabou ela o deixou, e ele foi obrigado a encontra um emprego, ela queria me pedir para não perdoar ele, pois sabia que o filho não estava recuperado estava apena sem opções e com raiva de mim, me pediu para tomar cuidado pois ele poderia tentar voltar a minha vida, mas naquele meio tempo eu já havia encontrado outra pessoa, que não vivia uma tão vida noturna como a minhas mas a respeitava, e conseguimos satisfazer as necessidades um do outro sem problemas.

 

trees in park
Foto por Pixabay em Pexels.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s