O festival

Nenhum comentário

Férias finalmente iria iniciar as minha férias, eu estava adiando elas por muito tempo mas sabia que precisava delas precisa esfriar a minha cabeça para os próximos trabalho da minha empresa, então consegui parar tudo por um mês, não planejei uma grande viajem elas não fazem com que descansemos de verdade, eu resolvi tirar aquele mês para passar na casa de minha mãe ser mimada pelos os meus pais por um mês sem me preocupar com nada, em uma casa a beira do mar, sempre me sentir bem lá mesmo quando aquela casa era apenas um lugar para descanso de meus pais, aquele era o plano deles quando tivessem aposentados iriam morar ali e curti a tranquilidade daquela pequena cidade costeira,  era o lugar ideal para descansar.

Meus pais ficaram satisfeitos com a minha escolha, e ficaram insistindo par a meus irmão mais velhos irem pelo menos um final de semana lá o meu último final se semana lá seria com todo a minha família,  tenho uma irmã mais velha casada e com dois filhos, um irmão casado também porem ele ainda não tem filhos, amo meus irmãs mas sempre que estamos juntos meus pais me compram quando irei ter a minha família também, não tive muita sorte no amor fui traída algumas vezes por meus ex-namorados, mas nunca me lamentei disto para elas, não gosto de causar preocupações desnecessária para eles mais após a quarta vez que fui traída cansei de ir atrás de alguém, quando for a hora a pessoa certa irá aparecer.

Entrei em uma rotina agradável lá, acordava cedo e ia correr na praia, estávamos na primavera então água do mar era sempre agradável no início da manhã então aproveita ao final da corrida para tomar um banho de mar, após isto voltava para casa tomava um banho e comia a café da minha com meus pais. Naquele primeiro mês de primavera todos os dias tinham um festival na cidade muitos artistas se apresentavam de vários lugares então após o café eu ia para a cidade ver as trações e apresentações que aconteciam na cidade, período perfeito para férias naquela cidade e fiquei muito feliz que conseguir planejar aquele mês para as minhas férias, almoçava em uma das barracas de comida do festival que era uma das maiores atrações do festival com uma grande variedade de comida.

No segundo dia do festival eu reconheci um antigo amigo de minha infância em uma destas barracas, um morador da cidade filho de um pescador que morava próximo a casa de meus pais, era uma família humildes que coitavam da casa de meus pais quando não estávamos lá, seu sabia que meus pais ajudaram os filhos desta família a entrarem na faculdade, pelo o que os meus pais falaram ele ainda eram amigos dos pais dele, porem eu ainda não tinha tido a chance de velos lá.

Mais o que meu chamou mais a atenção não foi rever o meu amigo de infância, bom foi revelo sim, mas o que chamo a minha atenção era como ele se tornara um homem bonito, alto com a pele bronzeada, cabelos com um tom de cobre único olhos castanhos, músculos levemente definidos ele trabalhava em sua barraca com certa elegância claramente realizava o sonho dele de ser um chefe de cozinha, perguntei para algumas pessoas e descobri que ele era dono de um restaurante premiado da cidade, ele era o astro da cidade e como sucesso de seu restaurante ele atraiu muitos turistas para a cidade o que ajudou a cidade a prospera, por este mesmo motivo a barraca dele estava sempre cheia de pessoa.

Não tive coragem de ir até ele, então escolhia onde iria comer e depois escolhia uma mesa próxima a barraca dele e o ficava observando, a elegância e atenção dele ao cozinha me encadeava, ele tratava bem todos os que iam compra comida com ele, estava sempre com belíssimo sorriso no rosto que encantava mais as pessoas ainda os seus clientes, percebi que eu não era a única que o ficava observando pelo o jeito ele não chamava atenção apenas pelo o talento dele da cozinha, dia a após dia eu pensava amanha será a barraca dele  porem se passou quase duas semanas e eu não fui ate a barraca dele, porem eu percebi que as outras mulheres e ate homem que o observavam começaram a olhar feio para mim.

Um dia eu me demorei mais para ir para o festival, e peguei o meu almoço em um horário mais tranquilo, sentei em minha mesa de sempre  e foi neste dia que meu coração quase parou, eu não vi quando ele deixou a barraca quando percebi ele já estava puxando a cadeira a minha frente e sentando, não pode  impedir que meu rosto ficasse vermelho, principalmente depois que ele abriu aquele belo sorriso e falou.

-Cansei de esperar você ir ate a minha barraca falar comigo, achei que melhor vir aqui antes que você deixasse a cidade e eu não tivesse a oportunidade de vir falar com você, o que seria uma grande tragédia para nós dois.

Fiquei sem fala por alguns minutos porem após o choque do primeiro momento, conseguir manter uma conversa agradável com ele, e passamos anos encontrar todas as noites após final do festival na praia em frente à casa de meus pais, que não escondiam a satisfação de me ver falando com ele toda as noites, então perceberam que não estavam conversando todas as noites apenas por amizade eles ficaram mais radiante ainda.

Após o final de minhas férias voltei para minha cidade e para o meu trabalho, eu tinha muitas oportunidade de crescer lá como decoradora porem não estava mais satisfeita em ficar lá, então me demiti vendi meu apartamento voltei para a cidade que meus pais moravam e montei o meu escritório lá, a cidade estava crescendo e havia muitas oportunidade de emprego lá e conseguir agarrar todos os grande clientes e ainda fiquei com meu cozinheiro, construir uma família linda em uma cidade agradável e tranquila para criar filhos.

woman facing ferris wheel while making heart hand sign
Foto por Garon Piceli em Pexels.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s