O projeto.

Nenhum comentário

Queria apenas umas férias na minha cidade natal, eu estava um mês me preparando para isto iria, programei tudo para poder sair e as coisa no meu trabalho e em minha casa ficassem bem durante a minha ausência, então eu estava tranquila para poder fazer a minha viajem sem nem um tipo de problema.

Tudo estava correndo bem na semana que antecedia a minha viajem, antecipei o meu trabalho para não ter que ficar mas tempo no trabalho, iria finalizar a minha parte nos projetos em andamento, peguei meu cachorros no veterinário que  estavam fazem exames para que eu tivesse certeza que ele estavam bem não queria surpresas na viajem, e não iria deixar ele para trás pois ele amam brincar no quintal da casa de meus pais.

Mas logicamente por mais que eu tenha planejado tudo certinho feito todos os preparativos para conseguir passar um mês com meus pais,  problemas surgirão primeiro no meu trabalho, eu fiz toda a minha obrigações a construção de escritório novo de um cliente poderia ser iniciado, porem eu projetei apenas a estrutura, apesar de gosta não paço o planejamento dos acabamento e estrutura internas, apenas penso em como manter o prédio em pé na terreno e nas condições naturais do local, a parte de encanamentos, eletricidade pequenas divisões interna que não interverem com o prédio se manter em pé não é a minha área.

Logicamente qualquer projeto de construção se inicia com a minha parte, por isto me esforcei para entregar o projeto até antes do tempo, talvez este fosse o problema eu poderia ter feito antes deixado pronto, mas por que entreguei antes? A pessoa responsável por planejar a parte elétrica e de encanação sofreu um acidente sim não teve culpa minguem quer ser atropelado e quebra um a perna e um braço além de outros ferimentos menores, mas eu ainda não estava de feria e quem precisou assumir o trabalho?

Atraso de uma semana em minha férias, não tinha o que fazer não podia deixar para depois e a pessoa iria ficar dois messes afastada, mas não queria atrasar esta semana então passei duas noites acorda para entre o projeto para a revisão e ter ainda dois dias para fazer alterações após isto não teria motivos para adiar as minhas férias, achei que precisaria fazer algo correção já que não era algo que tinha pratica em fazer, porem meu chefe muito satisfeito disse que não precisava mais adiar as minhas férias, afinal era algo que eu planejava fazer muito antes daquele cliente aparecer e só aceitei participar daquele projeto com a promessa que isto não iria atrapalhar as minhas férias.

Segundo problema eu morava em um apartamento alugado era um prédio aconchegante, clássico e velho eu não tinha a intenção de ficar por mais muito tempo ali no máximo dois anos, quando a construção da minha casa planejada totalmente por mim em todos os seus detalhes estaria pronta, este era o maior motivo para a  minha ferias, um mês para projetar a minha casa dos sonhos que seria construída em um terreno muito bem localizado que adquiri alguns messes atrás.

O problema não foi exatamente no meu apartamento mas no do vizinho de cima, ele deve algum problema e um cano de água estourou e a água desceu toda par ao meu quarto, inundando tudo ele me dando um prejuízo enorme e muita dor de cabeça, para resolver isto precisei adiar a viajem para a casa dos meus pais porem não precisei das férias para resolver isto, então lá se foi uma semana de férias, como apartamento seco e sem vazamento no vizinho subi no carro e fui rumo a cidade de meus pais, era uma cidade no interior do estado bem pequena era mais um vila do que uma cidade, nem tínhamos escolas lá eu precisava ir para a cidade vizinha para estudar.

Eu amava aquela cidadezinha, era um local tranquilo todos se conheciam lá muito como no caso de meus pais era pessoa que cresceram lá depois voltaram para as casas dos pais para crescem os seus filhos ou para uma aposentadoria, eu era filha única e meus pais demoraram bastante para decidirem ter filhos, então quando tinha oito anos eles voltaram para a cidade meu pai já aposentado e minha mãe trabalhando de casa, eles abriram uma pequena loja de conveniências, a única da cidade e que na verdade pertencerá a meus avos maternos a casa onde ele moram perderiam ao meus avós paternos, sim os dois se conheceram na escola e se casaram.

Cheguei lá e a tranquilidade da cidade já me dominara, todos os problemas que tive na semana anterior, não havia muito o que fazer na cidade então a minha rodinha era bem simples café da manha com meus pais, antes deles irem para a loja, na hora do almoço íamos no único restaurante da cidade almoçar juntos, a tarde me concentrava no meu projeto que estava saindo, meu orçamento não era algo então estava planejando de uma forma que eu pudesse construir aos poucos sem deixar transparecer que a casa fora construída desta maneira, estava ficando tudo perfeito do jeitinho que sonhava.

Na última semana estava mais tranquila ainda pois felizmente tinha feito quase todo o projeto da casa,  então em algumas tarde eu peguei meus cachorros e passeie com ele pela cidade, como toda a cidade em seu centro tem aquela praça onde as pessoas costumam se encontrar, também onde o comercio da cidade se localiza, inclusive a sorveteria da cidade, um sorvete caseiro e delicioso que só encontro lá, local onde sempre passava com um grupo de amigos da cidade.

E neste local nostálgico da infância que o reencontrei, meu melhor amigo e primeiro namorado, brigamos por um motivo idiota que só é motivo de chateação quando estamos na adolescência, ele agora tinha uma barba grande, cabelo curto e dourado, os olhos azuis que me constarão no passado deve o mesmo efeito do passado, ele ainda tinha um sorriso contagiante que fazia qualquer um que o vi sorrir também, me reconheceu na mesma hora e foi se sentar comigo, ficamos ali conversando até o anoitecer, só me dei conta que estávamos lá a muito tempo quando a moça que trabalhava foi levar um pote de água para os cachorros que beberam a água assim que a moça colocou o pode na frente deles.

Então ele me acompanhou até a casa de meus pais, descobri que ele trabalhava e morava na mesma cidade que eu, lhe contei sobre o projeto da casa, no dia seguinte ele foi ate a casa de meus pais ver o projeto, ele amou o meu projeto. Quando voltei para casa passei a velo todos os dias, logo a casa dos sonhos não era apenas minha era nosso, precisei mudar o projeto para acomodar os sonhos dele, mas não me incomodei pra mim ficou ainda melhor, no mês seguinte ao termino da construção da casa nós nos casamos fazendo nossos sonhos se tornarem um.

architect architecture artist blur
Foto por Pixabay em Pexels.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s