A chuva

Nenhum comentário

Seria loucura achar que o mundo me odeia mas serio deve um dia que não tive a menor dúvida disto, não sou louca ou tenho mania de perseguição mas aquele dia não tinha outra explicação o mundo queria se vingar de mim por algum motivo, talvez você discorde de mim mas vera que foi um dia realmente bizarro e cruel de várias formas diferente.

Como faço todos os dias acordei cedo o sol ainda mal havia nascido coloquei minha roupa de caminhada tomei um suco de fruta e sair para uma caminhada de meia hora com meu cachorro, encontrei ele abandonado e amarrado em um poste em uma das minhas caminhadas, o levei para casa e ele virou o meu companheiro de caminhadas, no meio da caminha iniciou um chuva forte e inesperada, voltamos para casa mais cedo, quando estávamos voltando percebi que ele mancava e que sua pata sangrava, nem subi para casa o coloquei no carro e o levei no veterinário, felizmente não era nada grava de mais, um pedaço de vidro entra na patinha dele, ele precisou levar dois pontos e em alguns dia estaria bem para as nossa caminhada matinais novamente.

Bom o dia iniciou mal chuva e meu amigo ferido, voltei para casa tomei um banho e me arrumei par ao trabalho, deixei o cachorro na casa de minha mãe pois ele precisava ficar em observação para não retirar o curativo, como minha mãe trabalha em casa poderia fazer isto, além dele adorar a minha mãe.

Cheguei no trabalho obviamente atrasa porem era raro isto acontecer então meu chefe sabendo o motivo pois liguei para ele do veterinário não brigou comigo, na verdade ficou preocupado com o cachorro, mas isto não quer disser que não tive problemas no trabalho. Sou estilista, minha mãe insiste que eu tevo abrir a minha própria loja com as minhas criações, mas isto traz muitas responsabilidades e um carga de trabalho muito maior eu realmente não quero isto, não neste momento de minha vida, no futuro poderia ser uma opção.

Aquele dia uma das filhas dos dono iriam ir la escolher o desenho para o seu vestido de noivas, eu não gosto de fazer este tipo de rouba, gosto de fazer vestidos de veta e roupas do cotidiano, ou roupas funcionais sabe para ajudar no dia a dia de trabalhadores, uniforme que facilitem as pessoas, porem eu resolvi fazer dois desenhos de vestidos para ela, o motivo era obvio o dono iria dar um premio em dinheiro para o vestido escolhido, eu não tinha grandes esperança de ganhar, porem por que não fazer os desenhos e tentar?

Nesta hora eu achei que a minha maré de azar foi passageira, na verdade quem deve mais azar foi meu cachorro que saiu com uma patinha machucada, pois o meu vestido foi o escolhido e também o vestido para as madrinhas e dama de honra, sim já que ia fazer fiz o conjunto completo, o que iria me render o bom dinheiro, talvez o suficiente para sair do aluguem e comprar a casa dos meus sonhos, com o ótimo quintal para o meu cachorro brincar e correr.

Mas ganhar o premio ser a escolhida enquanto os estilista de vestidos de noiva foram recusado causou inveja e raiva destes, não tinha uma relação próxima a nem um deles, pelo simples fato de não trabalha com o mesmo tipo de roupa que eles, não tinha inimizades com minguem so não era amiga deles, era colegas meus, então a raiva deles eu pude ignorar, porem entre os que desenhavam roupas casuais estava uma grande amiga, uma amiga de infância sonhamos juntas entra na faculdade e trabalhar para aquele rede de roupas, ela não me contará que estava com problemas financeiros por conta de uma doença da ame dela, se tivesse me contado eu ira dar o premio para ela, na verdade sem ela saber eu dei o dinheiro para a mãe dela, afinal eu cresci na casa dela também.

O fato e que ela ficou com raiva brigou comigo falou coisas horríveis e cruéis para mim, reclamou ate de coisas tolas de quando éramos crianças, eu sei que a maior parte do que ela disse era por meda de perder a mãe mas mesmo assim me machucou, e naquele momento eu não sabia o que estava acontecendo ela não contara pra minguem, nem minha mãe que era grande amiga da mãe dela sabia, então respondi para ela de forma cruel também.

Quando deixei o trabalho ainda chovia, a chuva permaneceu por todo o dia,  ira passar na casa de minha mãe pegar o meu cachorro, o lado bom era que aquele era o último dia da semana, então poderia relaxar no final de semana, ao invés de ir para casa de minha ame diretamente e resolvi passar no restaurante de meu noivo, apenas para falar com ele por alguns minutos porem quando cheguei lá tive uma surpresa.

Meu noivo estava do lado de fora com a minha amiga a mesma do meu trabalho com quem tinha acabado de brigar, estranhei pois ela vivia falando que ele não era bom para mim que eu não devia me casar com ele, os dois se abraçaram e em seguida se beijarão, mas não era um beijo qualquer que você da em uma amigo chateado, foi o beijo, apaixonado e caloroso um beijo que a muito tempo ele não me dava, eu pensei em descer do carro e dar um tapa na cara dela, já estava com raiva com muita raiva dela, e agora dele também. Mas consegui me manter do no carro, então eu apertei a buzina do carro por quase dois minutos muitos clientes do restaurante olharam para mim da janela, os dois olharam para o meu carro sim eles me virão, quando meu noivo a soltou e veio andando em minha direção eu sair como carro rapto demais.

Quando virei a curso do no final da rua eu bati o carro em um poste, perdi controle dele na cursa acelerei de mais, acabei com a frente do meu carro, bate a cabeça no volante com força, desmaie fui levada ao hospital meu noivo estava lá logicamente ele viu o que aconteceu me socorreu, meu pai estava lá também com uma cara fechada, eu havia ficado sedada por alguns dias um inchaço na cabeça nada de extremamente grave porem que precisa de cuidado para não se tornar algo grave, assim que abri os olhos meu noivo saiu, meu pai se sentou ao meu lado da cama.

Ele me contou que sabia o que aconteceu e por que bati o carro parece que meu ex-noivo foi ao hospital todos os dias remorso como o meu pai falou.   Então em um único dia, meu cachorro se feriou, briguei com a minha melhor e mais antiga amiga, após este dias nunca mais nos falamos, destruir o meu carro em um poste após ver meu noivo me traindo com esta amiga, passei mais de uma semana internada no hospital por conta da batida de carro se isto não foi um complô do universo para acabar com o meu dia eu realmente não sei o que foi.

black and white clear cool dew
Foto por Pixabay em Pexels.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s