A Premiação

Nenhum comentário

Ah como as coisa são engraçadas as vezes, serio me divirto com algumas situações, acho que as vezes acabo sento até cruel  mas serio tem horas que não tem como, olha só, eu estudei duro para conseguir entra na faculdade, ralei muito pois meus pais não tinham condições de me darem isto, a única forma de conseguir entrar em uma faculdade era através de bolsa de estudo, meu pai era um simples pedreiro e ver eu adorava ir com ele no trabalho ver ele levando parede, ver ele transformar tijolos em prédios e casas me fascinava, então dês criança eu queria ser arquiteta, minha mãe me mandava escolher outro sonho, meu pai pelo o contrário me incentivou, fez tudo o que era possível para que eu estudasse em uma boa escola pública, juntava dinheiro para compra livros para mim, retribuir era a melhor aluna da sala, consegui uma bolsa em uma escola de ensino médio, fiz todas as disciplinas extras que me ajudariam a consegui uma bolsa para a faculdade, no dia que me tornei arquiteta deixou foi a realização do meu sonho e do meu pai.

Os feche da construtora que meu pai trabalhava me conseguirão um estágio lá conseguir manter o emprego após a faculdade e sonho do meu pai se tornou construir uma casa projetada por mim, porem para isto eu ainda precisava trabalhar muito a aprender muito. Porem todos lá sabiam muito bem quem o meu pai era eu nunca tive vergonha em falar que meu pai trabalha lá com pedreiro, que ia com ele para as obras e o ajudava no trabalho, sempre tive orgulho disto, mas para algumas pessoas isto era apenas motivo para caçoar de mim, me diminuírem falarem que estava lá apenas por pena dos donos, mas eu sabia que não era assim eu sabia o quando eu me esforcei para chegar naquele lugar e não ia deixar que pessoas que tinham invejas de mim me diminuíssem ou ridicularizam o meu pai.

Também não era burra de fazer alguma coisa diretamente contra estas pessoas, mas eu sabia exatamente como provar que eu merecia estar lá, todos os anos para encontrar novos arquitetos a construtora fazia uma concurso todos podiam apresentar um projeto em áreas diferente, prédios residenciais, prédios comerciais, casa, entre outros as minha áreas de interesse era as residenciais, trabalhava lá dês que entrei na faculdade então já estava lá a dez anos, aquele seria o primeiro ano que eu iria participar, passei aqueles dez anos trabalhando nos meus projetos pois queria ganhar nos dois e só iria participar se fosse para isto, queria o primeiro lugar pelo o meu pais pois o primeiros lugares sempre eram construídos.

So que eu não fiquei apenas no que gostava no que estudava a pessoa que mais gozava de mim e de meu pai sempre participava do concurso para os prédios comercias, aquele ano esta pessoas falava que seria impossível ela não vencer, acontece que eu comecei lá estagiando nesta área, como maior arquiteto desta área da empresa eu aprendi muito com ele, sabia exatamente o que ele iria querer em um projeto, e ele era um dos juízes, então fiz o meu projeto e apresentei os três.

Os resultados eram dado em uma grande festa e final de ano, o premio era bom eu sabia exatamente o que ia fazer com ele construir aquela casa que projetei para mim e meus pais, todos os participantes estavam presentes, fiz questão de levar o meu pai comigo, me sentei bem próxima aquela pessoa esperando os resultados, o primeiro foi o da casa residencial ganhei como esperava, depois saio o prédio residencial meu novamente, deve alguns outros prêmios hospitais escolas, estas coisas durantes estes outros prêmios eu via a cara da pessoa bem na minha frente me olhando com raiva, adorava falar que eu não participava por não ser capaz, era satisfatório ver a cara do ser, logico que a melhor parte era a cara de meu pai admirando os meus prêmios.

Então chegou o prêmio do prédio comercial, pode ver a pessoa enchendo o peito estava quase de pé, então o meu nome foi anunciado a grande vencedora da noite a única arquiteta a participar de três categorias e vencer as três o dono d a empresa um grande arquiteto reconhecido em todo o mundo foi pessoalmente me cumprimentar, falou para todos o prazer que era para ele me der como sua funcionaria, o meu pai chorava na cadeira, para ser sincera meu pai tirou totalmente o meu foco da pessoa, quando voltei para a mesa apenas a vi indo embora da festa, foi a melhor noite da minha vida, principalmente quando o dono foi até a minha mesa cumprimentar o meu pai, ganhei uma promoção naquele dia, o responsável pela are de residencial iria se aposentar, não subir tão alto, mas aquele prêmio me fez subir muitos degraus de uma só vez, era a segunda, já era muito mais do que eu esperava, era o meu sonho começando a se realizar.

gold coloured human statue
Foto por Engin Akyurt em Pexels.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s