O grande dia.

Nenhum comentário

Eu havia programado aquele dia segundo por segundo, absolutamente nada poderia sair errado,, eu não iria admitir uma falha naquele dia, eu nunca fiz isto para nada, nunca mesmo, sempre gostei que a vida me surpreendesse porem aquele dia era especial aquele dia era o mais importante de minha vida, eu não havia sonhado com aquele dia até conhecer o meu noivo o homem com quem eu iria me casar naquele dia, aquele nunca fora o meu sonho, mas quando o conheci eu sentir a necessidade de viver aquilo ao lado dele, cada segundo daquela experiência eu queria cada detalhe brega se sem sentido, por que por aquele homem tudo isto valia a pena, por aquele a homem cada cozinha era necessária.

Passei um ano planejando tudo, comecei pela igreja queria me casa na mesma igreja que os meus pais casarão um igreja de bairro porem foi nela que cresci meus pai me levam na missa todos os domingos, eu não era tão religiosa quando eles, mas a minha historia estava ali as minhas melhores lembranças ocorreram ali nas aulas com as sacerdotisas, nas brincadeiras com as outras crianças  nas festas que aconteciam ali e nos bailes da escola que usavam o salão da igreja, um momento tão importante de minha vida, um momento de pura felicidade tinha que acontecer lá não haveria outro lugar para isto, o dia que eu escolhi foi o mesmo dia que os meus pais se casarão, o mesmo sacerdote iria realizar a cerimônia, e a festa seria no salão ao lado.

Igreja e salão certos precisava da decoração uma da minha melhor amiga de infância e minha madrinha de casamento era especialista em decoração para casamento e logicamente ela foi a escolhida para fazer a decoração nos conhecíamos dês crianças ela saberia exatamente o que iria me agradar. Quando ela me mostrou o projeto de como tudo ficaria eu sabia que minguem jamais faria algo tão perfeito quando aquilo. No dia do casamento a minha certeza apenas se confirmou.

A comida da festa e bolo seria feitos por minha mãe, ela é cozinheira de eventos, acho que por isto nunca tive o sonho de um casamento, cresci com minha mãe cozinhando para este tipo d eventos a minha vida toda, via o quando era difícil os preparativos para aquele dia, tinha muito mais conotado com o lado ruim e estressando daquele dia do quem com a beleza da festam, do que com a felicidade dos noivos, então so quis isto quando conheci um homem por quem valia apena passar por tudo aquilo.

Minha irmã mais velha era cantora de uma banda ela iria se responsabilizar por toda a parte musical, da cerimonia e da festa, tudo estava nas mãos de pessoas que eu confiava não havia motivos para nada sair errado.

Ah! Sim o vestido iria adaptar o vestido de minha mãe, minha já o usa em seus casamento ela fizera pequenas alterações, eu mais ajustei ao meu corpo e fiz outras pequenas alterações também ele ficou simplesmente magnifico tudo estava tão perfeito tudo estava saindo como eu desejava, tudo estava, eu não tinha do que reclamar eu podia apenas curtir aquele dia ao lado da pessoa que amava.

Eu cheguei na hora exata, todas as pessoas que eu amava estavam lá, todos estavam lá menos a pessoa que eu mais queria lá, mesmo a pessoa pela qual eu estava fazendo tudo quilo, o meu noivo, ele não estava lá fora me esperando para entramos juntos, para iniciamos um nova vida uma vida juntos, naquele primeiro dia de nossa vida juntos ele  se atrasará, ele não estava lá na hora certa.

Fiquei lá esperando por ele, após quase meia hora de atraso meus pais me levarão para uma sala no fundo da igreja eu estava nervosa, ansioso, so podia ter acontecido algo. Algo muito. muito ruim com ele não haveria outro motivo para ele não estar lá me esperando, não havia ouro motivo para nosso casamento não acontecer, todos estavam no telefone ligando para varias pessoas sem parar, falavam com pessoas no telefone eu ligará para ele varias vezes e ele não me atendeu, minguem sabia me falar o que estava acontecendo, eu não sabia se era por não saberem ou para me esconder algo. A cada minuto que passava eu estava mais ansiosa, mais nervosa, estava ficando enjoada e com dor de cabeça.

Aquele dia estava cada vez mais parecendo um pesadelo do que o dia mais feliz da minha vida, eu estava em uma sala sem poder fazer nada, sem fazer nada para resolver a situação, situação que eu não sabia qual era e não tinha como resolver, já se passar três hora da hora do casamento eu estava lá ligando para varias pessoas sem minguem sabendo o que fazer.

Eu me cansei de ficar ali pequei meu carro fiz o caminho até a casa dele, dirigi com calma com minha irmã ao meu lado, fui com calma com medo dele ter sofrido uma acidente, não encontramos nada no caminho, voltei para igreja por outro caminho que ele poderia ter feito e nada, quando chegamos na igreja todos os convidados já haviam ido embora, minha mãe estava com as funcionarias delas guardando a comida, eu a vi guardando o bole belíssimo que ele fizera, eu não iria chorar eu não iria ficar com raiva dele até ter certeza do que tinha acontecido, como minguem ali sabia o que aconteceu sair como carro de novo.

Desta fez fui diretamente para o hospital da cidade, eu ainda estava com o meu vestido de noiva então quando entrei na emergência chamei a atenção de todos, eu realmente não liguei não liguei para nada entre em sala por sala, maca por maca procurando por ele. A única forma daquilo ser mais aceitava seria se eu o encontrasse ali, as enfermeiras vinham atrás de mim tentando me impedir, mas eu trabalhava ali eu era uma delas elas me conheciam e nem uma delas deve coragem de realmente me impedir de procurar. Eu já tinha olhado todas as salas faltava apenas as uteis e as salas de cirurgias, elas saberiam se ele estivessem ali todos lá o conheciam, perguntei se ele estava nas uteis ou nas salas de cirurgia, quando ela trocara um olhar e fizeram um sinal negativo eu não pude mais me segurar.

Sentei-me no meio do corredor do hospital, estava chorando, uma dela colocou a mão no meu ombro, soltou um suspiro alto, olhou nos meus olhos esperou eu me acalmar, a outra sussurrou algo no ouvido de minha irmã, quando vi a cara de minha irmã eu sabia exatamente onde ele estava, corri para lá, ele estava sobre a mesa coberto por um  lençol, não tive coragem de entra minha irmã foi lá puxou o lençol olhou e logo cobriu novamente chorando.

Eu falara com ele minutos antes de sair de casa para a igreja ele estava bem ansioso para o casamento, não vi um acidente no caminho da casa dele para a igreja como era possível? Foi uma idiotice uma coisa aleatória e cruel, ele caia da escada na hora de descer para ir para igreja, bateu a casa no degrau. Ele estava apenas com o padrinho dele que chamou a ambulância porem não havia o que fazer, ele simplesmente não deve coragem de ligar para mim ou me atender, ele não deve coragem de falar com minguem o que tinha presenciado, o dia mais feliz da minha vida, o dia mais importante e foi destruído por uma idiotice aleatória.

basket blur celebration ceremony
Foto por Pixabay em Pexels.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s