Sabotagem

Nenhum comentário

Como eu queria poder largar tudo, deixar tudo par atrás e começar uma vida nova, se eu ainda fosse solteira e sem filhos pode ter certeza que já tinha dado um jeito para isto, mas infelizmente tenho que pensar em meu meus filhos antes da fazer uma coisa destas, mas aquele dia me fez esquecer disto me fez jogar varias coisas para o alto e tentar coisas novas.

Felizmente eu não tenho problemas com o meu casamento, meu marido me ajuda em tudo, ele muitas vezes me falou para fazer isto, eu que não achava justo jogar as responsabilidades em cima dele, mas quando eu explodir eu ficou do meu lado, assumiu tudo o que precisava e não me deixou desanimar, n ao me fez cobranças ou ficou com raiva de mim deve mais paciência do que eu achei possível.

O meu problema era no meu empregado, estudei me formei e entre no emprego que sempre sonhei  mas as vezes o que é um sonho na verdade é um pesadelo, eu nunca imaginei que os meus colegas de tralho seria pessoas tão competitiva capazes de prejudicar os outros para ganhar destaque, eu nunca soube fazer este tipo de coisa sempre fiz o meu melhor para alcançar os coisas que desejava sem prejudicar minguem, estar ali com pessoas que  vivia se prejudicando para mostrarem serem melhores uma das outras era algo desagradável. Quando entrei lá eu não vi o que estava acontecendo, até perceber que algumas pessoas me ensinaram errado as coisas na esperança de me fazerem perder o emprego ou para me trazer e não me deixar ter destaque na empresa.

Eu vi um colega sabotar o trabalho do outro, vi uma mulher humilhando um estagiário por algo insignificante, achei que se eu ficasse na minha fazendo o meu trabalho da melhor forma possível poderia ignorar aquelas coisas, no primeiro ano realmente funcionou, as pessoas me ignoravam como eu as ignoravam, eu nunca fui um pessoa que necessitava estar no centro das atenção, não sentir a necessidade de estar rodeada por pessoas eu preferia ficar na minha tranquila, realmente preferia ser ignorada do que passar por aquelas coisas desagradáveis, as pessoas que importavam para minha vida estavam lá fora então não era horrível não ser vista por aquelas pessoas, eu realmente não queria nem um tipo de relacionamento com pessoas que vaziam aquelas coisas.

Mas não fui ignorada eternamente, eu realmente me esforçava no trabalho comecei a ser elogia pelos chefes, ganhei uma pequena promoção o que fez com que o sabotador se sentisse ameaçado por mim, afinal se eu recebesse oura promoção ficaria no mesmo minguem que ele., se trabalhasse melhor do que ele ganharia a promoção que ele sonhava, o que me fez virar alvo dele.

Eu percebi o que estava acontecendo e conseguir evitar a sabotagem dele varias vezes, fui falar com o chefe e ele ignorou disse que era minha obrigação cuidar do meu trabalho e se eu não conseguia me proteger disto estava no lugar errado, este foi a primeira vez que tive consciência que estava no lugar errado,  quando cheguei lá vi que as coisa não iam bem mas não sabia eu os chefe apoiavam aquele comportamento eu achava que as pessoas tinham medo de falar o que acontecia, mas ao ver que era uma política deles aqui e vi que aquele não era um emprego dos sonhos e simum pesadelo, mas eu estava gravida e na daquele momento eu não podia deixar o emprego, meu marido acabara de começar em um novo quando contei para ele me disse para mudar, mas naquele momento não seria uma boa coisa eu iria continuar até nosso filho nascer.

  Estar gravida não comoveu os meus colegas, um grande engano acha que pessoas que agiam daquela forma poderiam se comover com algo, as sabotagem continuavam eu precisava trabalhar muito mais do que o necessário para conseguir fazer o meu trabalho bem feito, o que junto com a gravidez me deixava ainda mais cansada, quando meu marido se estabilizou em seu emprego eu pensei em pedir demissão, porem um dia antes alguém fez favor de bater no carro dele, mais despesas, revolvi ficar até o final de minha gravidez.

Ai ganhei outra promoção no mês que nosso filho nasceu, consegui juntar as minhas férias já estava lá a dois anos e tinha a licença maternidade juntei tudo e fiquei oito messes em casa, fiz alguns cursos on-line para me aperfeiçoar, voltei com o coração mais calma com amente tranquila, se eu trabalhasse dure eu ia conseguir mais uma promoção e o sabotador não poderia mais me prejudicar, o grande problema foi que a ser promovida mais uma fez eu chamei a atenção da mulher que gostava de humilhar as pessoas, o que deixou a situação lá dentro ainda mais difícil, pois ter alguém me tentando me humilhar o tempo todo por questões insignificantes so aumentava a pressão só me deixava mais irritada, pois quando ele chegava para fazer merda ao meu lado atrapalhava o meu trabalho e não me deixava me concentrar para ver o sabotagem.

Eu sabia que só precisava ser promovida mais uma vez e me livraria daqueles dois, apesar do que eles faziam meus superiores gostavam do meu trabalho eu sabia que a promoção viria, o que eu não sabia era que os chefes falavam desta promoção apenas para fazer aquela situação continuar, não havia outra promoção, não havia mas espaço para promoções não empresa os cargos superiores ao meu eram poucos e ocupados pelos os meus superiores e eles estimulavam aquela situação falando eu existia uma vaga apenas para garantir que a briga entre aqueles na nossa área não iria permitir que nem um de nos se destacassem mais do que eles.

Eu estava furiosa, eu estava muito furiosa ao ver que toda empresa era deste jeito foram os produtos deles que me fizeram sonhar com esta profissão e saber que ela funcionava desta forma foi uma grande frustração. A raiva em meu peito apenas aumentou, eu aguentara tudo aquilo atoa, devia ter ouvido meu marido assim que comecei a trabalhar lá, o salário bom que eu recebia ano justificava tudo aquilo.

Então aquela mulher horrível resolveu tentar me humilhar usando a aparência de meu filho, ela tentou humilhar o meu filho naquele dia eu ainda não sabia naquele momento ainda era que eu estava gravida novamente, com isto você pode imaginar o como eu fiquei furiosa com ela muito rapto, e pela a primeira vez eu me levante e respondi a todas as humilhações daquela mulher, a falei tanta coisa que em um momento ela saiu chorando eu nunca me imaginei fazendo algo tão cruel com alguém. O pior é que eu não parei aí fui ate a mesa do sabotador e destruir o trabalho que ele estava fazendo destruir computares acabei com área de trabalho dele, pequei as minhas coisas e nunca mais voltei naquele lugar.

 Meu marido que era advogado me representou e tradou da minha saída da empresa, tive uma segunda gravides mais tranquila pode aproveitar cada minuto dela, fiz meu filho mais velho participar de todos os passos da minha gestação, pode curtir o meu filho de uma forma que nunca tinha conseguia antes pois estava sempre nervosa e preocupada, a minha vida melhorou de um a forma que não imaginava ser possível. Não fui atrás de outro emprego abri uma empresa minha pequena fazendo pequenos trabalhos para outras empresas meu ganho era bem melhor, mas nada superava a tranquilidade que tinha assim, nada pagava poder ter mais tempo com meus filhos, nada seria melhor do que aquela minha nova vida.

 

woman standing on ground
Foto por Lisa Fotios em Pexels.com
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s