As tempestades.

Nenhum comentário

Como a vida parece extremamente injusta, sério eu estava em uma maré de azar tão grande que realmente não sabia como era possível todas aqueles coisa acontecerem.

Tudo começou em um belo dia de primavera, temperatura agradável, o cheiro das flores pela a cidade apenas ajudava a deixar o dia em um clima relaxante e tranquilo, seria uma grande afronta algo desagradável acontecer naquele dia. A minha manha estava neste clima de tranquilidade,  um pouco antes do almoço que as coisas começaram a desandar, minhas duas clientes da tarde cancelaram comigo, no primeiro momento achei uma ótima oportunidade para fazer algumas compra pra minha casa, eu estava a muito tempo precisando de roubas novas, além das comprar rotineiras de uma casa.

Passei um atarde agradável fazendo compras parei em uma soverteria da cidade um local que ia muito com os meu país pedi o meu famoso sorvete de morango com chocolate, voltei para casa um pouco mais cedo do que o costume animado com o meu dia agradável.

Quando cheguei em casa que, sim as coisas ruins começaram a acontecer ali, sim peguei meu noivo saindo da casa de nossa vizinha, antes de sair ele deu um belo beijo nela, um beijo de cinema, freia o carro no susto não estava rapto mas o caro derrapou fazendo um barulho, os dois se assustarão, fiquei dois minutos paralisada olhando para eles os dois claramente me reconhecerão ele correu par ao carro, acelerei fui diretamente para a casa dos meus pais.

Quando cheguei na casa de meus pais uma forte tempestade começou, não consegui sair do carro meu pai abri a porta da garagem para que eu pudesse entrar com o carro. Contei a ele o que acontecera  ali mesmo, meu rosto estava parecendo a tempestade que caia ao lado de fora por conta do volume das minha lagrimas, ele me abraçou não falou nada mas eu sabia o que ele queria disser, no dia que aceitei ir morar com ele alguns messes atrás ele não permitiu que eu levasse o meu cachorro, que naquele instante já estava na garagem pulando em minhas pernas e me lambendo. Quando e recusou o meu amigo e companheiro em sua casa meu país viu um mal sinal no caráter dele, ele nunca confiara em pessoas que não gostavam de animais, para o meu pai as explicações dele eram apenas uma forma de não falar a verdade que ele não queria o cachorro em casa.

Passeai aquela noite em meu antigo novo quarto eu estava decidida a não voltar para a casa, minha mãe iria comigo no dia seguinte lá apenas para pegar as minhas coisas enquanto meu ex-noivo estivesse no trabalho, quando liguei informando que iria fazer isto ele nem tentou me convencer do contraria ao mostrara qualquer arrependimento me disse apenas para avisa-lo quando tivesse saído da casa.

Eu sou dona de uma pequena loja de jardinagem, e no segundo andar fazer decorações de jardins, no dia seguinte eu acordei com orelhas, eu fui tralhar sabendo que irá precisar visitar quarto casa naquele dia, eu realmente não sabia como iria fazer isto e ainda pegar as minhas coisas na casa de meu ex-noivo.

Quando cheguei na loja foi que não foi apenas a minha tempestade que causou estragos , a tempestade da noite anterior que durara quase a noite toda destruía a cobertura das minhas  estufas, corri para a estufa do fundo que não era aberta para cliente, lá eu estava cultivando uma espécie de rosas rara  com uma cor única diferente das rosas comuns esta não crescem com facilidade e qualquer mudança no ambiente faz com que as flores não floresçam, ela eram caras e difícil de cultivar e estavam todas destruídas.

Eu não sei exatamente o que foi nem como foi, mas quando a minha funcionária chegou ela abriu a porta da loja e acendeu a luz, uma forte explosão aconteceu fui jogada para frente em cima das minhas roseiras, acordei no hospital minha funcionaria estava no hospital, a tempestade causara estragos em uma tubulação de gás a explosão so não foi pior pois já o vazamento não ocorreu apenas na minha loja mas também em outras casa e loja nas rua e o fornecimento já havia sido cortado na região.

Minha funcionária estava gravemente ferida, mas felizmente ela iria se recuperar, o único alívio que tive quando meu pai estava me contando o que aconteceu. Eu saia com uma grande cicatriz de queimadura nas costas onde o fogo me atingiu, por muita sorte um homem que passara pela rua correu para me tira lá de dentro pois as plantas nas estufas logo começaram a pegar fogo, se este homem não tivesse corrido para me tirar de lá, se ele não tivesse me visto entrar nas estufas provavelmente quando os bombeiros chegassem eu estaria morta, já que ali era onde eu guarda algum produtos de limpeza e pesticidas que era altamente inflamáveis.

O prédio da loja fora salvo porem as minhas estufas estavam destruídas completamente, e todas as minhas flores arvores estavam queimadas, meu negócio estava totalmente arruinado. Planejo os jardins faço as paisagens com base principalmente não mudas que cultivava nas minhas estufas, isto era o que tornava o meu negócio mais barato e rapto, seria uma grande batalha reconheça e reconstruir.

Quando tive alta dos médicos para poder voltar ao trabalho eu fui ver o que poderia salvar nas estufas, meu pai já havia realizado um pela limpeza enquanto estava de cama, enquanto estava lá olhando o que poderia fazer para recomeçar o trabalho um homem saiu da loja da frende uma joga nova de equipamentos de informática que abrira no lugar de uma antiga loja de peças de carro, eu ainda não tinha visto a loja aberta ela abrira enquanto ainda estava no hospital.

Quando me virei o achei ligeiramente familiar, era um homem alto, cabelos curtos e negros, pela com um leve bronzeado e um sorriso acolhedor, ele me perguntou com eu estava, tinha um tom de voz agradável, ela era a pessoa que me enredara o fogo para me tirar de lá, meu salvador, sim ele estava no final de minha tragédia o final clichê de uma comedia romance o  final feliz esperado onde a  mocinha sofrida encontra o seu grande amor com quem passa o resto de sua vida.

lightning during nighttime
Foto por Johannes Plenio em Pexels.com

 

Entre no nosso apoia.se e ajude a aumentar os conteúdos dos blogs e do nosso Instagram https://apoia.se/eumaiseumaisalguem  

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s