O lamento.

Nenhum comentário

Já era tarde da noite, não sei por eu  me demorei tanto para voltar para casa, eu já devia estar em casa a algumas horas, mas me atrasei revisando o meu trabalho não havia motivos para isto eu tenho tempo para fazer isto nunca fui de atrasar trabalho ou entregar em cima da hora, mas algo em mim me dizia que era importante fazer esta revisão aquela noite. Quando desci do ônibus já era quase meia noite andava apresado sabia que não era seguro estar na rua aquela hora, mas o ônibus me deixava algumas quadras longe de casa, eu levava cerca de quinze minutos para subir a rua que levava até a rua de minha casa, depois mais cinco minutos para chegar em minha casa.

Aquela noite a lua estava cheia, o céu estava sem nuvens com várias estrelas brilhando no céu, a lua chamou a minha atenção ela emanava um brilho diferente meio avermelhado, não sou uma pessoa que costuma reparar nestas coisas mas aquele brilho a eixou tão curiosa que parei por alguns minutos para olhar para ela. Quase me esqueci para onde estava indo um ruído as minhas costas me despertaram de meus devaneios, foi um ruído comum de ônibus abrindo a porta, voltei a caminhar com passos mais raptos.

Quando estava bem próxima da rua de minha casa ouvir um lamento, um lamento agudo e alto longo, sentir uma arrepio em minha costas, sentir a minha coluna congelar meu coração acelerou minhas pernas tremiam senti a minha respiração acelerar, não conseguia me mover e eu sabia que precisava ir rapto para casa mas não conseguia me mexer, então ouvir o lamento novamente alguns passos atrás de mim desta vez mais alto mais agudo senti os meus ouvidos doerem como lamento.

Corri, corri o mais rapto que pode, ouvir passo correndo atrás de mim não tive coragem de olhar para trás meu namorado estava no portão ele ia descer para me pegar no ponto porem eu esqueci de enviar mensagem avisando que chegará no ponto, quando ele me viu correndo me pegou pelo o braço me puxou para dentro e trancou o portão, ele me abraçou eu comecei a chorar e a tremer nos braços dele, ele me levou para a sala me sentou no sofá e foi pegar um copo de água, enquanto ele estava lá eu ouvi novamente o lamento  vinha da minha cozinha, ouvi um barulho de algo caindo no chão e se quebrando.

Fiquei paralisada no sofá por alguns minutos, não conseguia nem olhar para a direção da cozinha, o lamento mais uma vez, desta vez um lamento de dor não era dão aguda mas continha uma tristeza que entrou como uma lança de gelo em meu coração, este lamento foi se afastando de minha casa, respirei fundo me levantei fui devagar para a cozinha meu namorado estava caindo no chão, pequei o telefone e liguei para a emergência mas era tarde ele deve uma parada cardíaca, nem um médico soube explicar o motivo e naquela mesma noite eu descobri que estava gravida.

Entre no nosso apoia.se e ajude a aumentar os conteúdos dos blogs e do nosso Instagram https://apoia.se/eumaiseumaisalguem

terror

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s