A colheita     

Nenhum comentário

Noite de lua cheia, sempre me fascinou, eu cresci em uma cidade grande era impossível realmente apreciar a lua e as estrelas, então quando me formei resolvi-me mudar para uma cidade do interior. Como dinheiro que juntei durante a faculdade e no ano seguinte que me formei trabalhando duro com muitas horas extras comprei uma pequena fazenda no interior. Uma cidade calma sem crimes todos se conheciam quando abrir o meu negócio no centro da cidade uma pequena clínica veterinária muitos habitantes levaram seus animais apenas para me conhecer, em uma semana eu já conhecerá a cidade toda, poucos realmente precisavam de meus serviços.

Minha fazenda era um pouco afastada da cidade, vinte minutos de carro, a estrada que elevava até a minha casa de um lado era margeada por uma floresta com arvores altas de várias espécies, com vários animais correndo entre elas, do outro lado um grande campo de cultivo de trigo da fazenda vizinha a minha uma grande fazenda que cultivava trigo e maças. Ao final dos campos de trigos começávamos campos de minha fazenda uma plantação pequena de laranjas, aboboras e maçãs, ao fundo criava cinco vacas leiteiras para a produção de leite e doces com as frutas.

Muitos me achavam louca por manter a clínica e a produção da fazenda, eu estava completamente satisfeita, trabalha na clinica pela manha e depois cuidava da fazenda, aprendi como era o preparo de cada compota, doce e queijo que saia de minha fazenda, após dois anos consegui melhorar o maquinário e compra mais algumas facas além de aumentar o cultivo. A clínica também foi melhorada era a única da cidade então não precisa me preocupar com falta de clientes, mas isto não me permitiu dar um atendimento e baixa qualidade, estava realmente realizada com as minhas conquistas.

No meu primeiro ano ali não me sentir prepara para participar do grande festival de colheita da cidade, a fazenda tinha produzido bem mas fora marido dos antigos donos e dos funcionários, eu não sei bem por que eles venderão a fazenda a um preço tão baixo, as coisas não iam mal nela, na verdade eu não tive muito trabalho para seguir com ela foi mais manter as coisas como estavam, fiz melhorias mas tudo estaria bem mesmo sem elas.

Com um ano e meio ali lá me sentiam parte da comunidade planejava até trazer os meus pais para morra em uma casa que estava construindo para eles   em uma área da fazenda próximo a um lago onde meu pai poderia pescar. o festival seria uma ótima desculpa para trazê-los e mostra o que estava preparando para eles ali. Todos na cidade passaram uma semana apenas se preparando para o festival e todos falavam alegres sobre a noite da lua cheia, o momento de auge da festa, mas minguem me falava exatamente o que iria acontecer naquele momento eu estava ficando cada fez mais ansiosa por aquele momento.

Meus pais chegaram três dias antes da noite de lua cheia, levei eles diretamente para casa que seria deles ela estava quase pronta faltava apenas o acabamento que eu sabia que minha mãe iria querer escolher cada detalhe dele. Meus pais verão a vida todo de aluguel, ficarão radiantes quando eu comprei a fazenda e quando disse que aquela casa era deles, e que eles poderiam ir morar ali quando eles quisessem que não precisariam trabalhar mais se assim eles quisessem pode sentir a alegria dos dois, minha mãe na mesma hora começou a pensar em como decoraria a casa, meu pai foi verificar o lago e os campos ele disse que iria trabalhar na fazendo eu querendo ou não, foi impossível discutir com ele principalmente por que vi a felicidade em seus rostos.

Passamos os dias antes da noite de lua cheia planejar a mudança dos dois eles ficariam no quarto de hospedes até a casa deles ficarem pronta, minha mãe tinha economias para redecorar a casa dela como ela sempre sonho então iria vender os moveis de lá para comprar tudo novo. Na grande noite eu fui para o festival na frende eu precisava levar alguns produtos da fazenda para organizar a mesa do banquete que seria dado apenas para os moradores da cidade, meus pais não sabia se riria para o festival noite eles queria descansar para a viajem de volta a sua casa no dia seguinte. Então quando eles não apareceram eu não estranhei.

A empolgação dos moradores para aquela noite era notável e contagiante. Quando entrei no galpão da prefeitura o clima mudou completamente, as crianças e adolescentes da cidade que eram os mais empolgados não estavam lá. Assim que entrei a perfeita da cidade me deu uma capa branca com listras azuis, a vestiu em mim e a prendeu uma corda prateada na cintura, percebi que cada pessoa ali tinha uma corta em cor diferente fui levada para os fundos do galpão, onde havia duas celas.

As celas não eram para animais, meu coração parou ao ver que em uma delas eram os meus pais que estavam lá, eles conversavam com um homem calmamente. Na outra cela dois turistas estavam apavorados, a mulher chorava silenciosamente o homem a abraçava e assim que entrei ele começou a me encarar, quando eu corri para os meus pais começou a chorar. Não tive tempo de perguntar o que estava acontecendo ali a perfeita me explicou assim que segurei as mãos de minha mãe.

-Você tem uma escolha simples a fazer, precisamos de sacrifícios para a deusa, ou será os seus pais ou os desconhecidos, você terá que escolher entre ficar na cidade ou ir embora, você tem dez minutos antes da meia noite. – Ela o homem que já estavam ali deixaram o local, meu pai me olhou nos olhos e falou.

-Se você escolher ir embora todos morremos, você não precisará fazer esta escolha mais uma vez, eu e sua mão podemos conviver com isto você pode? Nos ficaremos na cidade estamos cansados de trabalho para os outros e pagar aluguel faríamos parte desta comunidade sem problemas, você conseguir ficar com a gente sobreviver com a gente ao nosso lado?

photography of pile of apples
Foto por Maria Lindsey Multimedia Creator em Pexels.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s